Ateliê de Interpretação para Câmera

Dialogando com o mercado de trabalho para atores e atrizes, modelos ou universitários das áreas de artes e comunicação, nosso curso tem o intuito de diversificar as possibilidades de atuação destes futuros profissionais, ou melhorar o desempenho dos que já estão inseridos no mercado.

O curso explorará os modelos de interpretação para TV, CINEMA e PUBLICIDADE, com universitários-artistas/comunicadores, que ainda não têm experiência com a câmera ou para aqueles que queiram exercitar mais a linguagem.

A partir de exercícios totalmente práticos, estudo de roteiros e cenas, além de informações sobre o mercado profissional, o grupo entrará em contato com novas ferramentas de comunicação e com sua expressividade artística, desenvolvendo ao mesmo tempo, uma parceria de trabalho com a câmera.

 

Programa e informações

- Considerações sobre os modelos de interpretação para teatro e para câmera
- Estratégias de memorização e compreensão de roteiros
- A espontaneidade e a criatividade com a câmera
- Improvisações
- Trabalho com monólogos e cenas para TV e CINEMA
- O mercado publicitário
- Exercícios de apresentação para TV
- Oficina de testes (como se sair bem em um teste)
- Como desenvolver seu material de trabalho e portfólio pessoal

- Público-Alvo: Atores, modelos ou universitários das áreas das artes e comunicação, a partir de 18 anos.
- Dias e horários:
8 encontros de 3h/trabalho (total do curso de 24h/trabalho)
- Máximo de 15 alunos
Obs.: abertura da turma, com mínimo de 08 alunos.
- Local: Rua Dr. Eduardo Amaro, 250 (ao lado do metrô Paraíso)
- Telefone: (11) 2338-2207 / 2338-2206
- Email: cursos@nucleoeducatho.com.br

Orientador - Wilson Canhas

Debora Gomez (foto 1): Atriz e arte-educadora mineira, formada em Teatro pela PUC-Minas e em Psicologia pela UNIP-SP. Em Belo Horizonte, fez parte do musical “O Menino que Virou História”, que lhe rendeu o Prêmio Simparc-Usiminas de Melhor Atriz. Em São Paulo desde 2003, participou de quatro novelas no SBT: Canavial de Paixões (como Denise Belay, em 2003), Esmeralda (como Dóris, em 2004), Os Ricos também choram (como Gina, em 2005)
e Maria Esperança (como Camila, em 2007). Na Globo, em 2008, alem da oficina de atores, participou do episódio para o Fantástico “O contador de filmes”, com Lúcio Mauro e João Miguel, direção de Maurício Farias. Ainda em 2008, pelo longa-metragem Fronteira, ganhou o Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cinema Latino- Americano de Curitiba- 2008. Em 2009, foi contratada pelo período pela Rede Record, para fazer a novela “Bela, a Feia”, como Camila. Em 2010, fez parte do elenco da peça “A Serpente”, direção de Yara de Novaes, interpretando a personagem Lígia. Desde 2011, trabalha como professora de interpretação para tv e publicidade na escola de teatro Globe-SP, onde permanece até hoje. Ainda este ano, foi chamada para integrar o elenco da peça “Decifra-te ou me devora”, direção de Elias Andreato. Desde 2012, trabalha no Centro Cultural Authos Pagano, em um projeto de arte-educação, utilizando o teatro como ferramenta de transformação para adultos e adolescentes, onde ainda permanece. Também participou do espetáculo infantil “ A menina que entra em livros”- direção Juliano Baroni, em 2012.
www.youtube.com/watch?v=D9Zw8kQgQOw

Wilson Canhas (foto 4): Ator e arte-educador paulista, formado em Artes Cênicas (licenciatura, bacharelado e produção cultural) pela Universidade Anhembi Morumbi, em julho de 2007 e pelo SENAC, como Radialista – Apresentador de Programas de Tv, em 2011. Pós-graduando em Psicologia Transpessoal, na FACIS e cursando atualmente formação em Psicanálise pela Sociedade Paulista de Psicanálise. No teatro participou de “Terror e Miséria do Terceiro Reich”, de Bertold Brecht e direção Simoni Boer – dezembro/ 2006; “O Anel de Magalão”, de Luís Aberto de Abreu e direção de Renata Zhaneta – Julho/ 2007; “Um Experimento no Purgatório”, com orientação Roberto Lage – Junho/2009; “Flyboy”, direção Fernanda Tabuso, em processo de ensaio. Em TV participou de “Vende-se um Véu de Noiva”, em 2009 – SBT. Em 2010 participou da série “Status Solteira”, do Canal Oi. Em 2011, participou também do seriado “Marcas da Vida”, da Rede Record. Em cinema participou do curta-metragem “A Tela”, direção Carlos Nader (2009) e curta-metragem “16 GB”, direção Ricardo Jones (2010). Em publicidades atuou em dezenas de filmes, como Itaú, Subway, Kia Soul, Wolkswagen, Fiat, Vivo, Claro, Visa, Sadia, Gilette, Perdigão, dentre outros. Desde 2008 é professor de interpretação para TV, cinema e publicidade na escola Globe-SP- Centro de formação do ator, onde permanece atualmente. Possui experiências em arte-educação com diferentes grupos, já tendo trabalhado com crianças, jovens, adultos e idosos. Foi professor voluntário de teatro-educação, na ONG Ilha de Vera Cruz (2009-2010).
www.youtube.com/atorwilsoncanhas